19 de abr de 2011

Para amantes as escondidas


A acidez da fruta.

Só ela é testemunha:

Do gosto teu residindo na boca,

Do idioma que inventamos

E que se fala com os olhos,

Dos mapas corporais

Percorridos

Com as mãos,

Das noites cheias de nós

E de lua

E desse imenso silêncio

Que hoje nós calará para o mundo.




RVC

Olhar Vatiano

Loading...