18 de jan de 2013

Verbera-nos ó bússola


Um nada verbera,
exílio, agora, é o outro e seus silêncios de mim.
Aqui, nesse corpo que quero ser,  reinam absurdidades , elas perambulam
em peles e orifícios.
http://rafaelvatecaetano.blogspot.com
Um nada verberara a bússola.
Seio norte.
Sexo sul.
Verbera-nos ó bússola !

RVC


Rio, deus Castanho.

16 de jan de 2013

Enforcado falsus IS



http://rafaelvatecaetano.blogspot.com
Há corações que fazem sofrer,
 leem a sentença de morte
E depois de passada 
uma fome da carne dizem:
-ide embora...Está perdoado!
Não só perdoado
, mas 
descarnado, as mãos manchadas
De um sangue que não 
pode ser lavado ao amanhecer.
O corpo estremece comse lhe passassem a corda
Pelo pescoço ao som de doces baladas feitas por quem
Despe-lhe as roupas e te veste o capuz.
O  orgulho estremece. O crime que cometeram contra ele é
Sagrado, pois se morreu por ele, por esse pequeno crime ofertado
A todo querer.


RVC
Rio, deus Castanho.

Olhar Vatiano

Loading...