18 de fev de 2011

Todo homem é um escritor






Outro dia Erasmo de Roterdam andava pela Rua do Ouvidor numa daquelas tardes de sábado e um homem com a camisa do Vasco da Gama, O Gigante da Colina, travou uma longa conversa com ele. Em certo momento Erasmo foi perguntado sobre livros. No que resultou o seguinte diálogo que transcrevo com a memória e paciência de um catalogador de livros.

Homem - Você então quer ser escritor? Lançar um livro?

Erasmo de Roterdam - Como assim? Você somente considera escritor quem lança um livro?

Homem - Sim. Pois os escritores estão nas editoras. As editoras dão a estes a devida publicidade para seus escritos. Ter um livro publicado é fundamental para ser um escritor, como diria Diderot!

Erasmo de Roterdam - Mas o que você me diz dos livros digitais, blogs, downloads e links de domínio público usados por vários escritores para divulgar suas obras?

Homem - Ora estes, não são livros. Os livros estão nas livrarias, bibliotecas e lugares apropriados para tal obra da humanidade. Um livro pode ter suas folhas de papel tocadas por nossos dedos.

Erasmo de Roterdam - Os livros seriam apenas de papel?

Homem - Por que não seriam? Já imaginou Goethe, Boal ou Zola a escrever nessas coisas ai!

Erasmo de Roterdam - Meu caro amigo vascaíno saiba que os livros já foram escritos em pedras, couro, madeira entre outros materiais, por favor, não se prenda pela materialidade, mas sim pela obra do autor...

Homem - Que absurdo. Um filho da puta a me dizer tais sandices como se eu fosse desprovido de razão!

Erasmo de Roterdam - Ma vá à merda! Não ver que há contradições em seu palavrório!

Homem - Chega somos dois homens racionais e terminaremos a conversa por aqui antes de saímos na pancada. Até mais ver!

Erasmo de Roterdam – Até seu louco.

E saíram aquele torcedor do Cruzmaltino Carioca a reclamar das coisas que discordam do seu discurso e Erasmo de Roterdam a questionar os outros. Naquela tarde deduzir três coisas:

Os homens esquecem cotidianamente da mediocridade do seu conhecimento diante do devir das coisas.

Todo homem pode escrever. O escritor pode escrever. Logo todo homem é escritor.

E a mais importante: O nosso Vasco deixa a torcida mal humorada.



©Rafael Vate Caetano é vascaíno, escuta a conversa dos outros e homem, logo escritor













Olhar Vatiano

Loading...